fbpx

Siga-nos: facebook-americancor instagram-americancor | Horário de Atendimento: 24h

Telefone : +55 (21) 3296-2900 | 3296-2902
  E-mail : contato@americancorhospital.com.br

Todos os posts com a tag: Estômago

Dor no estômago? Confira as principais causas

Nosso corpo está sempre mandando sinais e a dor no estômago frequente indica algum problema. Mas qual será? Nós separamos as principais causas!


 Se você sente dores frequentes no estômago, isso é sinal de que algo não está bem. Essa dor pode ser um sintoma de vários problemas, como refluxo, gastrite, úlcera e até mesmo câncer.  Ou seja, estar atento aos pequenos sinais lhe ajuda a evitar possíveis complicações e receber o melhor tratamento. Nós separamos algumas das principais causas, veja a seguir!

 

Causas de dor no estômago

Dor na região central superior do abdômen, é assim que a dor no estômago costuma ser caracterizada. Pode se apresentar de forma aguda, contínua ou crônica, ser leve ou intensa, em queimação ou apenas um dolorimento. E existem inúmeras possíveis causas!

 

  • Gastrite: além da dor no estômago, na maioria das vezes, a gastrite é acompanhada por gases (flatulência e arrotos), mal-estar geral, sensação de queimação no estômago e desconforto abdominal. Costuma ser causada pela bactéria Helicobacter pylori, pelo uso de anti-inflamatórios ou pela alimentação inadequada.
  • Refluxo: normalmente os sinais de refluxo aparecem logo depois da refeição e acontecem devido ao retorno do conteúdo do estômago para o esôfago em direção à boca. Inclusive, além de haver a sensação de queimação e peso no estômago, arrotos e tosse seca, pode-se sentir um gosto amargo na boca.
  • Úlcera: é formada no estômago devido à presença da bactéria Helicobacter pylori ou como uma consequência da alimentação rica em gordura, produtos industrializados e alimentos ácidos. Consequentemente, é comum surgir alguns sintomas como dor no estômago, desconforto abdominal, náuseas e vômitos.
  • Câncer: surge, na maioria das vezes, como consequência de uma úlcera estomacal. Dor persistente no estômago, perda de peso sem causa aparente, perda do apetite, fezes com sangue e vômitos são exemplos dos sintomas.

 

Diagnóstico e fatores de risco

Inicialmente o diagnóstico é feito pela anamnese (uma espécie de entrevista com o paciente) e exame físico, com uma avaliação do tipo de dor, duração, fatores de melhora ou piora. A partir disso, podem ser solicitados exames complementares, por exemplo, exames de sangue, urina e fezes, endoscopia, tomografia, ressonância, entre outros.

dor no estômago

Freepik

Os fatores de risco para as dores no estômago são:

-Uso de alimentos irritantes à mucosa gástrica (condimentos, frituras, cafeína e álcool)

-Uso de medicamentos (especialmente os anti-inflamatórios)

-Tabagismo

-Estresse emocional

-Jejum prolongado

 

Tratamento

O tratamento dependerá do diagnóstico de cada caso, por isso é fundamental procurar um médico assim que identificar algum dos sintomas. Muitas vezes, o problema pode ser resolvido mudando a alimentação, melhorando o estilo de vida e com o uso de medicamentos específicos.

 

Atenção aos sinais!

É muito importante observar os sinais do nosso corpo. Está com alguma dor intensa e que se repete com frequência? Procure por um profissional. No hospital AmericanCor a gastroenterologia é uma das especialidades. Nossos médicos estão à disposição para lhe ajudar a garantir mais qualidade de vida. Afinal, ninguém merece conviver com dor, não é mesmo?

 

Gostou do nosso conteúdo? Então continue nos acompanhando.

Leia Mais

Conheça os sintomas da gastrite e as possíveis prevenções da doença

Leia mais sobre essa inflamação estomacal que traz a sensação de queimação no estômago e atormenta muitas pessoas.


A gastrite é causada pela bactéria Helicobacter pylori, que se instala abaixo da mucosa da parede do estômago e vai liberando enzimas capazes de mudar o PH das áreas ao redor. Isso gera inflamação, erosão ou infecção da parede do estômago e pode ser agravada pelo consumo excessivo de álcool, estresse crônico e uso frequente de anti-inflamatórios.

Quais são os sintomas mais comuns da gastrite?

Os sintomas mais comuns são:

  • Indigestão
  • Sensação de queimação no estômago
  • Enjoo
  • Falta de apetite
  • Perda de peso
  • Vômitos

 

Quais alimentos devem ser evitados?

Os alimentos que aumentam a acidez do estômago devem ser evitados, como álcool, café e pimenta. Da mesma forma, alimentos muito gordurosos também não devem ser consumidos em grande quantidade, pois precisam de mais ácido para serem digeridos. O leite de vaca puro também não é um bom aliado, pois estimula a secreção do suco gástrico.

Ficar de jejum também não é aconselhável. Quando o estômago fica muito tempo sem comida, o ácido gástrico se acumula e começa a lesionar o estômago. Além disso, coma devagar! A mastigação é a primeira etapa da digestão e quanto mais você ajudar seu estômago, melhor.

Ademais, se você fuma, a gastrite é um bom motivo para você parar. O vício aumenta a produção de ácido no estômago, o que favorece a queimação.

Como tratar a gastrite?

O tratamento da gastrite consiste na eliminação de suas causas e no uso de medicamentos sob prescrição médica. Numa fase inicial, o paciente deve se alimentar apenas de legumes, verduras e frutas cozidas. Beber somente água e evitar consumir café, chocolate, bebidas alcóolicas e refrigerantes.

 

Procure um médico!

Em caso de sintomas da doença, o recomendável é procurar assistência médica. É necessária uma consulta para encaminhamento para endoscopia, prescrição de remédios ou outra alternativa.


Quer saber mais e cuidar de você? Continue acompanhando nossos artigos!

Leia Mais