fbpx

Siga-nos: facebook-americancor instagram-americancor | Horário de Atendimento: 24h

Telefone : +55 (21) 3296-2900 | 3296-2902
  E-mail : contato@americancorhospital.com.br

Doenças de verão mais comuns ocorrem por falta de cuidado!

Conheça quais são as doenças mais comuns no verão, como prevenir e tratar cada uma delas.


O verão é época de praia, sol, calor e dias mais longos. As pessoas ficam mais agitadas e querem sair com os amigos, fazer exercícios, deixar o corpo mais exposto. É uma época boa para pegar uma marquinha de biquíni… ou não, se você não se cuidar.

As doenças mais comuns no verão são causadas por falta de autocuidado, por isso, vamos apresentar como evitar essas doenças e como tratá-las.

 

Micoses

A micose é uma doença ocasionada por fungos. No verão, é mais comum a proliferação deles, pois preferem ambientes quentes e úmidos e é nessa época que se intensifica o uso de piscinas ou as idas à praia.

As micoses mais comuns são as frieiras entre os dedos dos pés e a dermatofitose, que aparece em áreas de dobras do corpo como axilas, pescoço e virilha. Se manifesta com manchas brancas ou vermelhas e intensa sensação de coceira no local.

A melhor maneira de evitar é manter a pele sempre seca e trocar peças molhadas por secas para que a pele possa respirar. Para tratar é recomendado o uso de talcos, pomadas ou cremes antifúngicos.

 

Desidratação

O calor intenso unido com a exposição ao sol faz o corpo perder muito líquido, mesmo que não haja transpiração aparente. Muitas pessoas não se dão conta disso e não bebem água, o que causa, em casos mais graves, a necessidade de atendimento hospitalar.

Ou seja, no verão principalmente, beba água!

 

Insolação

A exposição direta e desprotegida à luz solar, principalmente nos horários em que o sol está mais forte (10h as 16h), pode levar à insolação. Os sintomas envolvem aumento da temperatura corporal, febre, náuseas, diarreia e vômitos.

Para evitar basta se proteger do sol. Use bonés, chapéus, roupas leves que cubram grande parte do corpo e não fique exposto nos horários mais críticos. Além disso, manter-se hidratado é essencial.

 

Intoxicação alimentar

Bactérias, vírus e parasitas também preferem o clima de verão para proliferação e são os causadores da intoxicação alimentar. Eles atingem principalmente carnes cruas, brancas e ovos, porém, com o calor, atingem os outros alimentos com facilidade.

Os sintomas são náuseas, cólicas estomacais, vômito e diarreia. Há várias maneiras de evitar, mas principalmente deve-se manter os alimentos refrigerados pois estragam com mais facilidade no calor e evitar ir em restaurantes self-service após muito tempo que estão abertos, pois os alimentos não estão mais frescos.

 

Bicho geográfico

O bicho geográfico faz um caminho irregular pela pele, com se desenhasse um mapa. É uma doença causada pela Larva migrans.

A forma mais comum de contaminação é o contato de frieira ou ferida em areia contaminada com as larvas, que advém das fezes de cachorros e gatos.

O tratamento é feito com pomada antiparasitária e a melhor forma de evitar é prevenir feridas e frieiras, já que o bicho geográfico precisa de uma área sensível para entrar na pele.

 

Fitofotodermatoses

A fitofotodermatose também é causada pela exposição solar, porém, se manifesta por meio do contato com frutas cítricas, como o limão. Aparecem manchas castanhas na pele sem ardência ou coceira e demoram até um ano para desaparecerem. Não há maneira específica para o tratamento.

Para evitar basta lavar bem as mãos e a boca com água corrente após manusear ou comer frutas cítricas.

 

Brotoeja

Usar protetor solar é essencial no verão, porém, o uso excessivo pode obstruir os poros. A brotoeja é uma doença que causa erupções na pele com manchas vermelhas. É causada pelo acúmulo de suor nas glândulas sudoríparas.

É mais comum em crianças e bebês, pois as glândulas não estão bem desenvolvidas e os pais querem proteger demais as crianças. O problema desaparece sozinho conforme a temperatura diminui e a profilaxia é evitar usar roupas apertadas e limpar o suor em excesso.

 

Melasma

Melasmas são manchas marrons que se formam na pele durante a vida devido a muita exposição solar. Para evitar, principalmente se já houver o aparecimento de algumas manchas na pele, é preciso sair de casa sempre de boné e usando protetor solar.

Os tratamentos variam entre terapias e clareamentos.

 

É importante lembrar que ao sintoma de qualquer uma dessas doenças, a melhor recomendação é a procura de um médico.


Continue acompanhando nossos artigos! Sua saúde em primeiro lugar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *