fbpx

Siga-nos: facebook-americancor instagram-americancor | Horário de Atendimento: 24h

Telefone : +55 (21) 3296-2900 | 3296-2902
  E-mail : contato@americancorhospital.com.br

Estenose aórtica: conheça a doença que tira o ritmo do seu coração

A estenose aórtica é uma doença de curso progressivo que altera o fluxo de sangue pelo corpo. Saiba mais!


A estenose aórtica é um estreitamento da válvula aórtica. Essa é a válvula que permite o fluxo de sangue para a aorta que o leva para o resto do corpo. Assim, o coração precisa trabalhar bem mais para bombear sangue através dessa válvula. Em consequência, o ventrículo esquerdo aumenta de tamanho para poder trabalhar mais.

Reprodução Commons.wikimedia.org

Sintomas

Os sintomas não são perceptíveis quando a estenose é leve ou moderada. Eles aparecem quando a pressão arterial aumenta ou se o fluxo de sangue no corpo está reduzido.

  • Também incluem dor e pressão no peito, que pode levar à sensação de queimação, choque e aperto nos braços, ombros e pescoço;
  • Tontura, desmaio ou perda de consciência;
  • Fadiga, falta de ar;
  • Palpitação.

A estenose é mais comum em pessoas com mais de 75 anos, porém, pode ser de nascença também. Acontece quando a aorta tem o diâmetro menor do que o normal. As chances de ter a doença aumentam quando já existem pessoas na família com problemas cardíacos.

 

Convivendo com a estenose

Conviver com a estenose é mais comum do que se imagina. Apenas não é recomendado nenhum tipo de esforço físico para não sobrecarregar o coração, que pode parar ou inchar para compensar, o que pode deixá-lo mais fraco depois.

 

 No momento em que eu nasci o médico escutou meu coração e já viu que tinha algo diferente. Me incomodava na escola porque eu jogava bola e não podia fazer esforço, mas hoje em dia já consigo focar minha cabeça em outras coisas.” – Rodrigo Lopes, 25 anos

 

Em alguns casos, levando em consideração o diâmetro, gradiente, etc., é necessário trocar a válvula ou fazer uma plástica em sua ponta. Se não fizer, o coração incha naturalmente e fica fraco, sendo necessário um transplante.

 

Tem cura?

A cirurgia é o tratamento clássico para essa situação. Nela, troca-se a válvula por uma “natural”, que tem vida útil de 10 anos ou a de metal, com vida útil de 25 anos. Porém, em Portugal, para portadores da doença em casos graves, que são rejeitados para cirurgia convencional, é aplicada uma técnica que consiste na implantação de uma válvula artificial em posição aórtica.

Geralmente, não é necessário que se abra o peito para que não ocorra circulação de sangue extra corporal. Então, é introduzida por uma artéria na virilha (artéria femoral) ou, em casos mais raros, por uma punção abaixo da subclávia (artéria subclávia).

Essa técnica é desenvolvida em diversos centros públicos em Portugal e, na Universidade Cardiovascular do Hospital Lusíadas Lisboa, são executadas todas as modalidades de tratamento da Estenose.


Ficar atualizado sobre temas de saúde é sempre importante! Continue acompanhando nossos artigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *